Avançar para o conteúdo
"CIR-K", PELA COMPANHIA OLIVEIRA & BACHTLER

“CIR-K” PELA COMPANHIA OLIVEIRA & BACHTLER

SINOPSE

Abrem-se portas e erguem-se cortinas, a poesia e a natureza audaciosa do circo toma o seu lugar num palco circular. Cenário este que a cada revolução que realiza em torno da pista, vai revelando as várias facetas da vida quotidiana dos artistas de circo que viajam de povoação em povoação trazendo a magia do circo de Vaudeville aos seus habitantes. Numa tonalidade irónica e vanguardista, colocamos sobre as luzes da ribalta o universo peculiar e insólito destas famílias nómadas de saltimbancos.

Projeto de novo circo que reside no cruzamento disciplinar entre as artes do circo, o teatro físico, o movimento e as artes visuais. Gerando composições coreografias sobre um espaço cénico constituído por tábuas, portas giratórias, alpendres e janelas pintadas em cores primárias desvanecidas pelo passar dos anos. Oscilando entre as estéticas surrealistas, abstratas e futuristas de Zaha Hadid , Bauhaus, Tadeusz kantor e Louise Bourgeois as criaturas exóticas e os animais selvagens do circo de Freak Show ganha forma entre a pista de circo, os bastidores e as caravanas.

Homens gigantes, mulheres de barba, gémeos siameses, mulheres elásticas e animais exóticos que coabitam entre as atmosferas e ambiências sonoras de Massive Attack, Trentemoller e Erik k Skodvin. Criaturas que emergem à superfície sobre a forma de esculturas/estruturas, portáteis, máscaras e formas animadas, que tem como fonte de inspiração os Soundsuits de Nick Cave e as técnicas de Jacques Lecoq desenvolvidas no L.E.M.

Tendo como referência os ícones do cinema mudo como Charlie Chaplin e o Buster Keaton, Circ-k é uma revitalização do circo clássico sobre uma perspectiva moderna onde através de temáticas sociais como a identidade de género, o narcisismo, alcoolismo e conflitos de poder, expõe-se assim para o espaço cénico o mundo interior e exterior destes malabaristas, acrobatas, contorcionistas, trapezistas e clowns que habitam as pistas de circo.

Através da composição de uma linguagem física, pluridisciplinar e contemporânea que se manifesta tanto no plano visceral como intelectual, apelamos às várias tipologias dos públicos de hoje tanto num plano nacional como internacional.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

POR FAVOR, NÃO ESQUEÇA:
– As portas abrirão, meia hora antes do início dos espetáculos e pede-se aos espectadores que compareçam mais cedo.
– Os espetáculos terão início à hora marcada e não será permitida a entrada após o início dos espetáculos.
– O bar do Teatro Diogo Bernardes encontra-se encerrado.
– Espetáculo recomendado a maiores de 6 anos de idade.

 

Data

27 Mai 2022
Desde

Hora

21:30

Comprar

Bilhetes

Localização

Teatro Diogo Bernardes
R. Agostinho José Taveira 80, 4990-150 Pte. de Lima

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *