Avançar para o conteúdo
RESISTÊNCIA - Feira da Ladra - Veira do Minho

RESISTÊNCIA – Feira da Ladra – Vieira do Minho

A Resistência, uma das mais emblemáticas formações da música portuguesa da primeira metade dos anos 90, supergrupo responsável por alguns inesquecíveis sucessos.
O projeto fundado Pedro Ayres Magalhães , Fernando Cunha , Tim e Miguel Angelo, consistiu na união de esforços entre vários músicos, provenientes de diversas bandas, e na transformação, adaptação e nova orquestração de temas trazidos por eles (e não só) para uma vertente de guitarras acústicas e virada para uma valorização da “voz” como instrumento, e na junção dessas mesmas vozes, mostrando a força da união. Os temas interpretados ganharam vida nova e uma alma genuína.

A esse rol fundador de artistas juntaram-se o cantor  Olavo Bilac  e os músicos Alexandre Frazão na bateria, Rui Luís Pereira (Dudas) e Fredo Mergner nas guitarras e também Fernando Judice e Yuri Daniel no baixo e já na Tour  “Palavras ao vento” o percussionista José Salgueiro.

O elenco ficou assim completo com cinco vozes principais e cinco guitarras acústicas ,bateria, percussão e Fernando Judice assume o baixo para a tour.

Tendo, a banda, ficado inativa a partir de 1995 e os músicos retornaram aos seus respectivos projetos.

Em Setembro de 2012, a reedição do material originalmente editado pela Resistência na caixa “As Vozes de Uma Geração” foi um dos fatores que inspirou  o regresso do grupo para dois concertos, um a 19 de Dezembro de 2012 no Campo Pequeno, em Lisboa, e outro no Multiusos de Guimarães, no dia 29 de Dezembro de 2012, que servem para assinalar os vinte anos da estreia ao vivo do grupo, agora  com a participação dos guitarristas Pedro Joia e Mario Delgado que passam a integrar o grupo.

Depois do êxito dos concertos em Lisboa e Guimarães, realizam dois concertos no Porto em 26 e 27 de Abril de 2013 e participarão no festival Portugal ao Vivo, no estádio do Restelo no dia 22 de Junho, desde aí,  o grupo não mais interrompeu a sua atividade e prepara-se para celebrar os seu 30 anos de história em 2021.

Resistência é sinónimo de história, de orgulho e de grandes canções

que são verdadeiros hinos geracionais como “Não Sou o Único”, “Nasce Selvagem”, “A Noite” ou “Amanhã é Sempre Longe Demais”,  parte do seu mais celebrado e aplaudido reportório, aquele que se faz da sua particular forma de abordar os grandes temas de míticas formações como Xutos & Pontapés, Delfins, Sitiados, Rádio Macau ou Heróis do Mar .

Em 2015 regressam ao estúdio e gravam o álbum Horizonte.
Desde aí não pararam de fazer concertos , de onde se destaca o concerto memorável no Bataclam em Paris, que esgotou vários dias antes e que marcou o encontro dos portugueses com quem tem na nossa língua uma ligação muito forte de identidade.

Em 2016, em Janeiro editam o CD e DVD “Ao Vivo em Lisboa “, gravado no Coliseu dos Recreios

Em 2017 entram novamente em estúdio para gravar novos temas, lançando em Setembro desse ano o 1º single com o Tema do Jorge Palma ” A Gente Vai Continuar”.

Em 2018, lançam o novo álbum “Ventos & Mares” onde pela primeira vez gravam temas dos Madredeus, Jorge Palma ,GNR, Quinta do Bill e Santos e Pecadores- Pecadores.

A Resistência colecionou grandes marcos e memórias muito ricas nesta grande jornada e prepara-se para anunciar várias surpresas para a celebração dos seus 30 anos de história em 2021 , e como diz o Jorge Palma,

” Enquanto Houver Estrada Para Andar …” a Resistência vai continuar a  entoar mais canções de amor e de paz, de união e de sonho junto de um público que gerações que os acompanha de perto.

Data

01 Out 2022
Desde

Hora

22:00

Localização

Vila de Vieira do Minho
Vila de Vieira do Minho

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *