Avançar para o conteúdo
CICLO TERRA-TOOTARD-Guimarães

CICLO TERRA-TOOTARD-Guimarães

BREVE INTRODUÇÃO

Os irmãos Nakhleh, que compõem a dupla TootArd, nasceram em Majdal Shams, cidade da região dos Montes Golã, uma das poucas povoações sírias que não foi despovoada na sequência da ocupação israelita em 1967. Viveram durante anos sem passaporte ou nacionalidade oficial, mas a sua música reflete bem uma identidade claramente assumida: fazem música árabe, com o coração na Síria e os olhos postos em todo o Médio Oriente. TootArd (que em árabe significa morango) apresentam-se como uma banda de pop em quarto de tom. A sua música está repleta de ganchos pop e linhas melódicas em quarto de tom, desencadeando um turbilhão que homenageia as cenas de pista de dança do Médio Oriente dos anos 1980. A banda volta a Portugal, depois de terem tocado na última edição do festival Tremor, nos Açores, e de terem já passado, por exemplo, pelo Festival Músicas do Mundo de Sines, em 2018. Nessa altura, vestia ainda roupagens de blues do deserto, feitos de guitarras elétricas, quando compuseram o disco Laisser Passer. Agora, reinventam-se e o seu mais recente disco, Migrant Birds, que é apresentado neste concerto em Guimarães, é movido a sintetizadores e teclados. No novo longa duração, propõem-nos uma viagem no tempo. Imaginemo-nos em 1980, numa discoteca em Beirute ou talvez no Cairo. É música contagiante e festiva, com um toque de nostalgia, ou não fosse um olhar sobre um tempo que já passou (ou será que nem chegou a existir?) em que a felicidade era um lugar possível no Médio Oriente.

FICHA ARTÍSTICA

Hasan Nakhleh teclado e voz
Rami Nakhleh eletrónica e voz

Data

07 Out 2022
Desde

Hora

21:30 - 23:30

Comprar

Bilhetes

Localização

Centro Internacional das Artes José de Guimarães
Av. Conde de Margaride 175, 4810-535 Guimarães

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *